Indicações de ECT - eletroconvulsoterapia.

Indicações de ECT - eletroconvulsoterapia. de Eletroconvulsoterapia - IPAN (Instituto de Pesquisas Avançadas em Neuroestimulação)

Por: Eletroconvulsoterapia - IPAN (Instituto de Pesquisas Avançadas em Neuroestimulação)  07/05/2010
Palavras-chave: Depressão, Estimulação, Antidepressivo

 A ECT - eletroconvulsoterapia é um tratamento extremamente eficaz e seguro para doenças psiquiátricas, principalmente a depressão. Os quadros depressivos são os que melhor respondem a este tratamento. Todos os subtipos podem se beneficiar do tratamento: refratária, unipolar, bipolar, catatônica, associada a transtorno de personalidade ou a uma outra doença orgânica. A ECT tem indicação como primeiro tratamento nos quadros nos quais: Há um risco de suicídio iminente; Uma desnutrição que põe em risco a vida do paciente; A presença de sintomas catatônicos; Presença de sintomas psicóticos graves; Em situações nas quais outros tratamentos são mais arriscados devido aos seus efeitos colaterais (por exemplo: pacientes idosos, durante a gestação e amamentação). Outros quadros também podem ter indicação: mania e seus subtipos, esquizofrenia e outras psicoses funcionais resistentes ao uso de antipsicóticos, epilepsia refratária e transtornos mentais em epilépticos, síndrome neuroléptica maligna e doença de Parkinson (há melhora dos sintomas extrapiramidais e depressivos).

Palavras-chave: Antidepressivo, Depressão, Eletrochoque, Eletroestimulação, Estimulação, Estimulação cerebral, Estimulação Elétrica, Neuroestimulação, Neuromodulação cerebral,

Contatar Eletroconvulsoterapia - IPAN (Instituto de Pesquisas Avançadas em Neuroestimulação)

Email

Imprimir esta Página