Comparação de ECT com Estimulação Magnética Transcraniana de repetição (EMTr) .

Comparação de ECT com Estimulação Magnética Transcraniana de repetição (EMTr) . de Eletroconvulsoterapia - IPAN (Instituto de Pesquisas Avançadas em Neuroestimulação)

Por: Eletroconvulsoterapia - IPAN (Instituto de Pesquisas Avançadas em Neuroestimulação)  07/05/2010
Palavras-chave: Depressão, Estimulação, Antidepressivo

 Comparação de ECT com Estimulação Magnética Transcraniana de repetição (EMTr)
As duas técnicas são recomendadas no tratamento de transtornos psiquiátricos. A ECT tem como objetivo induzir uma crise convulsiva generalizada, que dura cerca de 30 segundos, a aplicação é feita sob anestesia e relaxante muscular. Já a EMTr é um método relativamente novo e ainda alvo de pesquisas e investigação, estudos apontam a EMTr como um possível novo tratamento para transtornos neuropsiquiátricos. De certa maneira, a EMTr se parece com a ECT, ambas alteram a atividade neuronal e modificam o humor. Existem algumas diferenças entre as técnicas. A ECT trabalha com estímulo elétrico, que atravessa a pele e a calota craniana para atingir o tecido cerebral. A técnica exige indução anestésica, pois a carga elétrica causa uma estimulação dolorosa e pouco localizada. Já a EMTr apresenta as vantagens de ter ausência de dor, por isso, não necessita de anestesia, já que não induz a crises convulsivas e o risco de efeitos cognitivos é muito pequeno. A ECT é aplicada de duas a três vezes por semana, enquanto que o melhor esquema para a EMTr ainda está sendo estudado. Após o tratamento inicial, é recomendável uma manutenção da ECT. A duração dos efeitos benéficos da EMTr não é conhecida, mas os dados existentes sugerem também um efeito fugaz. Os aparelhos modernos de EMTr estimulam o córtex, já a ECT atinge uma maior profundidade que a EMTr. A ECT é um método consagrado há mais de 50 anos e com eficácia comprovada por diversos estudos. A EMTr e a ECT são tratamentos distintos, porém, com algumas semelhanças. As técnicas compõem o arsenal terapêutico existente para o tratamento de transtornos psiquiátricos. A indicação de ECT ou EMTr é estudada profundamente pelo psiquiatra para que o paciente receba o melhor tratamento para sua necessidade

Palavras-chave: Antidepressivo, Depressão, Eletrochoque, Eletroconvulsoterapia - Ect, Eletroestimulação, EMTr, Estimulação, Estimulação cerebral, Estimulação Elétrica, Estimulação Magnética Transcraniana, Neuroestimulação,

Contatar Eletroconvulsoterapia - IPAN (Instituto de Pesquisas Avançadas em Neuroestimulação)

Email

Imprimir esta Página