O que muda no dia-a-dia da empresa com a segunda geração da NF-e

Por: ABC71 Soluções em Informática S.A.  14/04/2011
Palavras-chave: Gestão Empresarial, Nota Fiscal, Nota Fiscal Eletrônica

Por Adriana Carvalho*

A sua empresa está preparada para as novas mudanças da 2ª. Geração? Muitas empresas têm feito essa pergunta aos seus colaboradores e respectivas áreas fiscais e operacionais? O que muda para ser tão relevante esta preocupação?

A partir de 01/01/2011 teremos grandes mudanças com a Segunda Geração de Nota Fiscal, com o isto o cenário Fiscal ficará mais complexo e muitos procedimentos que eram autorizados com a versão 1.10 da NF-e atual, poderão ter novos impactos na emissão e também penalidades.

Como estar preparado

Há algum meio da instituição se prevenir da ansiedade? Ou melhor, como a empresa pode planejar estas alterações já que a partir do ano novo entram em funcionamento os SPED/ PIS, e o CIAP – Controle de Crédito do ICMS do Ativo Permanente?

A inadimplência junto ao Fisco tem sido um dos pontos de referência e estudo do governo e continua sob a forte mira neste segundo formato. Suponhamos que o seu cliente está com pendências junto ao órgão e sua empresa emite uma nota fiscal de venda para ele, automaticamente, sua NF será denegada, ou seja, você não poderá efetuar a venda. Porém, se você optar, assim mesmo, pela venda, para o Fisco isso significa que sua empresa também assume o risco de receber uma multa solidária. A jurisdição será um processo-em-cadeia!

Nessa segunda versão, as comunicações entre usuário do sistema e a Receita estarão mais rápidas e se, porventura, sua empresa emitir uma NF com alguma irregularidade, imediatamente você receberá mensagens notificadoras.

A rapidez no envio e no recebimento das informações é um dos pontos mais interessantes deste novo formato. Para se ter ideia da agilidade como será o fluxo de dados entre Fisco e empresa, até o presente momento, o governo oferecia a possibilidade do cancelamento de uma NF-e em até 168 horas. A partir de janeiro, o cancelamento deve ocorrer em até 24 horas. Ou seja, houve uma redução de seis dias no prazo de supressão.

Além disso, muitas organizações ainda não têm dado a devida atenção a respeito do envio e armazenamento do arquivo.XML. O que acontece e deve ficar claro para todos é que o arquivo.XML é a NF-e e o DANFE é somente o documento que acompanha a mercadoria.

Entre os 135 campos de uma NF-e que listamos acima, podemos destacar as mudanças nos seguintes itens: conhecimento de transporte eletrônico (o CT-e), cupom fiscal referenciado, nota de produtor rural referenciado. Este último, por exemplo, é um grande avanço no que diz respeito à possibilidade de emissão por meio de um posto fiscal, já que, anteriormente, o produtor rural não conseguia emitir sua NF, devido às indisponibilidades locais e legais.

O cruzamento de dados será ainda mais complexo e atuante. A classificação fiscal é um dos itens que mais gerarão (des)conformidades e (re)trabalhos nesta nova edição da NF-e. A exigência será tão grande que sem classificação fiscal não haverá emissão! O entrelaçamento das informações poderá ser notado, por exemplo, na questão do somatório do IPI, isto é, se as alíquotas estão bem calculadas e se o seu produto foi classificado corretamente. O objetivo final do Fisco é controlar desde o fabricante até o usuário final do produto em si.

Diante dessa complexa rede que o Fisco está preparando para as empresas em 2011, é importante que os gestores e empresários acompanhem de perto a legislação junto aos seus contabilistas. Todos os dias novos dados têm sido adicionados à legislação da NF-e e ao e o Fisco tem oferecido prazos pequenos para as empresas reverem seus processos e modos de produzir suas respectivas informações.

Se tomarmos como base o período de tempo de seis meses, prazo ofertado pelo Fisco nas últimas solicitações e leis, nós entendemos que se trata de um período curto para que uma nova cultura e conseqüentemente, as pessoas se adaptem, portanto, é natural que todos estejam ansiosos e preocupados em saber se a sua empresa está preparada para esta GERAÇÃO da nota fiscal eletrônica.

Pensando nessa fase, a ABC71 trabalhou preventivamente na liberação das mudanças no ERP OMEGA e vem informando a sua carteira para se preparar e pró ativamente trabalhar no ambiente de homologação liberado pela SEFAZ e que permite se validar todas as operações do dia a dia e ir ajustando no ambiente de produção cadastros e processos, para na data da virada estar 100% alinhado com a 2ª. geração do projeto NFe Federal.

Adriana Carvalho tem formação em Economia e responsável pelo departamento fiscal da ABC71


Palavras-chave: Corporativos, Gestão Empresarial, Nota Fiscal, Nota Fiscal Eletrônica, Sistema De Gestão, Sistema Erp, Sistema Financeiro, Sistema Integrado, Sistemas De Gestão, sistemas ERP, Software Empresarial, Software Erp

Contatar ABC71 Soluções em Informática S.A.

Email

Imprimir esta Página

Outras notícias e atualizações da ABC71 Soluções em Informática S.A.

30/03/2012

ABC71 quer 40% da receita vindo de canais

Atualmente, proporção é de 5%. Para chegar à meta, empresa fortalece seu programa e pretende entrar no segmento de cloud computing


30/03/2012

Bras Sulamericana opta pela solução de código de barras da ABC71

Fabricante de equipamentos para bebidas se beneficia das vantagens que a nova tecnologia voltada para a cadeia logística oferece


14/03/2012

Consultoria Expressa é o novo serviço lançado pela ABC71

Novo serviço a distância prioriza agendas pontuais para otimizar tempo e recursos


08/03/2012

Agora o ERP Omega pode ser adquirido com o cartão BNDES

C lientes da ABC71 têm a opção de adquirir a tecnologia com pagamento por meio do cartão BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social)


16/02/2012

ABC71 promove ações para melhorar ainda mais a oferta de produtos e serviços

Dentre as ações realizadas em 2011 despontam o lançamento da Solução Omega Código de Barras e o serviço de Educação à Distância


08/02/2012

Após 2 anos de funcionamento, filial da ABC71 em Bauru supera expectativas

Unidade se consolida na região pela excelência da solução ERP Omega da ABC71 e qualidade dos serviços prestados.


08/02/2012

Travema adquire o ERP da ABC71 para continuar crescendo

Fabricante de sistemas de proteção para logística deve ampliar portfólio de produtos com sistema integrado de gestão


04/01/2012

Plastilindo ganha em produtividade com os novos módulos do ERP da ABC71

Fabricante de brinquedos antecipa estratégias a partir de informações extraídas da solução de gestão da ABC71 A fabricante nacional de


14/12/2011

ERP da ABC71 é adotado pela Sankar para aperfeiçoar processo de gestão

Desafio da indústria metalúrgica é obter visão estratégica na tomada de decisão


12/12/2011

Entra em operação na Metagal o sistema de gestão da ABC71

Fabricante de autopeças necessitava de integração tecnológica para atender as demandas da legislação brasileira e modernizar seu processo de gestão


12/12/2011

ERP da ABC71 contribui para melhores práticas contábeis

 ERP proporciona agilidade em relatórios e foco em gestão empresarial


25/11/2011

Para se adequar às obrigatoriedades fiscais e tributárias Suprens implanta novos módulos do ERP da A

 SPED e NF-e ajudam metalúrgica a realizar entrega das informações solicitadas pelo Fisco  


Solução Omega Código de Barras é lançada pela ABC71 de ABC71 Soluções em Informática S.A. miniaturas
16/11/2011

Solução Omega Código de Barras é lançada pela ABC71

Produto é resultado de uma aliança estratégica com a TWx, especializada em tecnologias para a cadeia logística


03/11/2011

Contabilidade na rede

Migração traz inúmeros benefícios para a esfera privada  


26/10/2011

ERP para pequenas e médias empresas

A estratégia da ABC71 é focar neste segmento, um mercado ainda inexplorado