Catarata e sua Visão

Catarata e sua Visão de HORA - Hospital de Olhos

Por: HORA - Hospital de Olhos  17/04/2011
Palavras-chave: oftalmologista, Clínica De Olhos, Cirurgia De Catarata

Catarata e a Visão

O olho humano funciona como uma câmera fotográfica. A lente que faz o zoom e serve para focalizar os objetos tanto longe como perto recebe o nome de cristalino e está localizado atrás da íris, estrutura que confere a cor aos olhos e serve para regular a quantidade de luz que atinge a retina. O cristalino sofre alterações durante toda a vida, e em geral após os 40 anos começamos a sentir a perda da capacidade de focalizar os objetos próximos, sendo necessário compensar esta dificuldade com óculos ou lentes de contato. Outra alteração que o cristalino pode apresentar é a perda da transparência, o que é chamado de catarata. Estima-se que 50% das pessoas acima dos 60 anos possuam este transtorno, mas pode ser diagnosticada ao nascimento em bebês que sofreram infecção por rubéola ou alterações na formação do cristalino ou do metabolismo, sendo chamada de catarata congênita.
A catarata leva a perda progressiva da visão e muitas vezes só é percebida quando limita a realização de tarefas habituais, como dirigir ou assistir televisão. É comum a queixa de halos ao olhar para a luz ou dificuldade para perceber cores no estágio inicial, até a completa incapacidade de enxergar, levando a uma cegueira que pode ser tratada com a remoção do cristalino defeituoso, substituindo-o por uma lente implantada dentro do olho. Com uma lente adequada é possível corrigir a visão para longe, e com a utilização de lentes especiais até mesmo a visão para perto e o astigmatismo.
A cirurgia de catarata pode ser feita de diversas maneiras. A cirurgia tradicional é conhecida como extracapsular, ou seja, é feito uma abertura no olho que permite a remoção do cristalino inteiro. Após a remoção é inserida uma lente dentro do olho e dado pontos para o fechamento da incisão. Esta cirurgia é feita mundialmente e de custo baixo, não necessitando de equipamentos muito sofisticados, mas unicamente da habilidade do cirurgião.
Outra forma de remover a catarata é através da facoemulsificação. Nesta técnica o cirurgião utiliza um aparelho de ultrassom para fragmentar e dissolver o cristalino em pequenos pedaços que são aspirados por uma cânula através de uma incisão de 3,2 mm ou menor. Geralmente não é necessário dar pontos e a lente é introduzida no olho dobrada através da mesma incisão.  É a técnica de eleição devido a rapidez do restabelecimento da visão e da recuperação do paciente, e é possível a sua realização com anestesia apenas utilizando colírios, o que reduz o risco de complicações anestésicas como alergias e transtornos cardíacos, em virtude de sua  utilização apenas localmente.
Técnicas mais avançadas de facoemulsificação já estão disponíveis em nossa região, através da utilização de incisões ainda menores para a remoção do cristalino. É a chamada cirurgia por micro incisão Phakonit, onde uma incisão inferior a 1mm é suficiente para a remoção do cristalino, o que beneficia a recuperação mais rápida do paciente e dano menor aos tecidos oculares, o que significa menos inflamação e o restabelecimento da visão mais precoce.
Muitos pacientes possuem a noção que a cirurgia de catarata é “simples” pois em poucos minutos ela é concluída e em alguns dias ou horas já estão enxergando melhor. Na verdade conforme a tecnologia avança, mais complicada ela fica, em virtude das diferentes técnicas, materiais e equipamentos que podem ser utilizadas para o tratamento. Desta forma a capacitação do profissional e os recursos utilizados são muito importantes para oferecer o tratamento mais adequado e com o menor risco para a reabilitação da visão.

Dr. Marco Antonio Olyntho
CREMESP 92737
Médico Oftalmologista pela Associação Médica Brasileira e Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Especialista em Glaucoma pelo Hospital das Clínicas - Universidade de São Paulo
Membro da American Academy of Ophthalmology

[email protected]
www.olyntho.med.br
São José do Rio Preto - SP



Palavras-chave: Cirurgia De Catarata, Clínica De Olhos, oftalmologista

Contatar HORA - Hospital de Olhos

Email

Imprimir esta Página

Outras notícias e atualizações da HORA - Hospital de Olhos

Glaucoma, uma doença insidiosa. de HORA - Hospital de Olhos miniaturas
17/04/2011

Glaucoma, uma doença insidiosa.

O glaucoma constitui um grupo de doenças oculares que sorrateiramente “rouba” a visão, e no estágio inicial geralmente não produz qualquer sintoma. Estudos demonstram que praticamente metade das pessoas que tem a doença não tem a menor noção que a possuem.