Cáscara Sagrada 45 cápsulas - Herbarium - R$ 21,85

Cáscara Sagrada 45 cápsulas - Herbarium - R$ 21,85 de Drogaria Eduardo II

Por: Drogaria Eduardo II  05/11/2010
Palavras-chave: Medicamentos, Fitoterápicos

FITOTERÁPICO
FORMA FARMACÊUTICA
Cápsula gelatinosa dura.
VIA DE ADMINISTRAÇÃO
Oral.

APRESENTAÇÃO
Embalagem com 3 blísters contendo 15 cápsulas cada.
USO ADULTO

COMPOSIÇÃO: Cada cápsula contém:
Extrato seco de Rhamnus purshiana D.C., Rhamnaceae
(Cáscara Sagrada).......................................................75mg
Excipientes (Amido de milho e dióxido de silício coloidal)...........................................................
q.s.p. 1 cápsula
CONCENTRAÇÃO DOS PRINCÍPIOS ATIVOS
O extrato está padronizado em, no mínimo, 16% de
cascarosídeo A.
Cada cápsula contém 12mg de cascarosídeo A.

NOMENCLATURA BOTÂNICA OFICIAL
Rhamnus purshiana D.C., Rhamnaceae.
PARTE UTILIZADA DA PLANTA
Casca.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE
Como este medicamento funciona?
CÁSCARA SAGRADA HERBARIUM apresenta um efeito laxante, atua aumentando os movimentos intestinais, o que facilita a eliminação das fezes. O tempo estimado para o início da ação deste medicamento é de 8 a 10 horas.
Para que este medicamento é indicado?
Constipação ocasional (prisão de ventre ocasional).

Quando não devo usar este medicamento?
Gestação, lactação, doenças inflamatórias do intestino, obstrução intestinal, apendicite, dor abdominal, náusea, vômito e desidratação severa. Pacientes com cólicas, hemorróidas e nefrite não devem utilizar o produto. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgiãodentista. Embora não existam contra-indicações relativas a faixas etárias, recomendamos a utilização do produto para pacientes de idade adulta. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico. O uso abusivo pode ocasionar desequilíbrio eletrolítico, má absorção de nutrientes, perda de peso, bem como fraqueza, que pode ser mais intensa em pacientes idosos. O uso contínuo pode resultar no agravamento da prisão de ventre com conseqüente dependência do laxante e alterações na mucosa retal. Após longo tempo de uso, foram relatados casos de excesso de gordura nas fezes e perda de proteínas. Pode ocorrer também aumento na produção de aldosterona (hormônio adrenocortical regulador do metabolismo de sódio e potássio) devido a uma deficiência nos rins. Em casos raros, o uso prolongado de laxantes pode ocasionar arritmias cardíacas, doenças renais, inchaço e desmineralização óssea.
O uso crônico ou abuso do fitoterápico em questão por um período superior a 9-12 meses pode aumentar o risco de desenvolvimento de câncer de cólon retal. Não ingerir doses maiores do que as recomendadas.

Indicações
Constipação ocasional (prisão de ventre ocasional).

Contra-indicações
Gravidez e lactação.
Doenças inflamatórias do intestino (como colite ulcerosa, síndrome do intestino irritável, Doença de Crohn). Obstrução intestinal. Apendicite. Pacientes com cólicas, hemorróidas e nefrite. Desordens abdominais não diagnosticadas (como dor, náuseas e vômitos). Desidratação severa.

Posologia e modo de usar
Ingerir 2 (duas) cápsulas no meio da tarde ou antes de dormir.
As cápsulas devem ser ingeridas inteiras e com uma quantidade suficiente de água para que possam ser deglutidas. A cáscara sagrada não deve ser usada por períodos maiores do que 1 a 2 semanas sem orientação médica. Cuidados de conservação depois de aberto. Manter o medicamento em sua embalagem original, protegendo-o da luz, do calor e da umidade.

Advertências
Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico. O uso abusivo pode ocasionar desequilíbrio eletrolítico (hipocalemia e hipocalcemia), má absorção de nutrientes, perda de peso, bem como fraqueza, que pode ser mais intensa em pacientes idosos. O uso contínuo pode resultar no agravamento da constipação com conseqüente dependência do laxante, acarretando paralisia da contratibilidade intestinal e pigmentação melanócita da mucosa (pseudomelanosis coli ), a qual desaparece após a descontinuação da terapia. O uso prolongado de laxantes em pacientes com constipação pode causar alterações na mucosa retal. Após longo tempo de uso, foram relatados casos de esteatorréia e perda de proteínas. Pode ocorrer também aldosteronismo secundário devido a uma deficiência renal tubular. Em casos raros, o uso prolongado de laxantes pode ocasionar arritmias cardíacas, nefropatias, edema e desmineralização óssea. O uso crônico ou abuso do fitoterápico em questão por um período superior a 9-12 meses pode aumentar o risco de desenvolvimento de câncer de cólon retal. Não ingerir doses maiores do que as recomendadas. Informe ao médico ou cirurgião-dentista o aparecimento de reações indesejáveis. A perda de potássio, resultante do uso prolongado da cáscara sagrada, pode potencializar a toxicidade dos digitálicos e as arritmias, quando a cáscara é administrada concomitantemente com drogas antiarrítmicas. A interação da cáscara com diuréticos tiazídicos, esteróides corticoadrenal e raiz de anis podem aumentar a deficiência de potássio. A indometacina pode ter seu efeito diminuído quando administrada concomitantemente com a cáscara. Certos constituintes da cáscara sagrada são excretados pelo rim, sendo que a urina pode apresentar uma coloração alaranjada, a qual não é clinicamente relevante, porém pode causar resultados falsos positivos em exames de urina. Pode ocasionar ainda alterações bioquímicas nos exames laboratoriais.
Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.
Como devo usar este medicamento?
CÁSCARA SAGRADA HERBARIUM é apresentado em cápsulas gelatinosas duras de cor creme, que possuem odor característico e praticamente não apresentam sabor. Ingerir 2 (duas cápsulas no meio da tarde ou antes de dormir. As cápsulas devem ser ingeridas inteiras e com
uma quantidade suficiente de água para que possam ser deglutidas. A cáscara sagrada não deve ser usada por períodos maiores do que 1 a 2 semanas sem orientação médica. Este medicamento não pode ser partido ou mastigado. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica ou de seu cirurgião-dentista.
Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.
Quais os males que este medicamento pode causar?
Cólicas gastrintestinais, requerendo uma diminuição da dose.

O que fazer se alguém usar uma grande quantidade deste medicamento de uma só vez?
Pode ocorrer dor intestinal e diarréia severa com conseqüente perda de cálcio e potássio. O tratamento da superdosagem é importante, principalmente para crianças e idosos, devendo ser acompanhado com grandes quantidades de água. Níveis eletrolíticos devem ser monitorados,
particularmente o potássio. Em caso de superdosagem, recomenda-se suspender o uso e procurar orientação médica.
Onde e como devo guardar este medicamento?
Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE
Características farmacológicas
CÁSCARA SAGRADA HERBARIUM é constituída pelo extrato seco de cáscara sagrada (Rhamnus purshiana) padronizado em cascarosídeo A. Os constituintes da cáscara sagrada são caracterizados pelos derivados antraquinônicos, especialmente os cascarosídeos. As drogas contendo antraquinonas apresentam ação catártica (purgativa), o que faz com que a cáscara sagrada seja utilizada como laxativa há muitos anos. Após a ingestão do fármaco, os glicosídeos antraquinônicos são degradados no cólon, através das enzimas bacterianas, em antronas (metabólitos laxativos). As antronas atuam sobre a mucosa intestinal, aumentando o movimento peristáltico e facilitando a evacuação.

De acordo com a categoria de risco de fármacos destinados às mulheres grávidas, este fitoterápico apresenta categoria de risco C. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
Uso em idosos, crianças e outros grupos de risco Uso adulto. Não existem recomendações específicas para o uso de CÁSCARA SAGRADA HERBARIUM em pacientes idosos e outros grupos de risco.

Interações medicamentosas
A perda de potássio, resultante do uso prolongado da cáscara sagrada, pode potencializar a toxicidade dosdigitálicos e as arritmias quando administrada concomitantemente com drogas antiarrítmicas. A interação da cáscara sagrada com diuréticos tiazídicos, esteróides corticoadrenal e raiz de anis podem aumentar esta deficiência de potássio. A indometacina administrada concomitantemente com derivados antracênicos, constituintes da cáscara, apresenta um decréscimo no efeito terapêutico devido a inibição da prostaglandina E2.
Certos constituintes da cáscara sagrada são excretados pelo rim, sendo que a urina pode apresentar uma coloração alaranjada, a qual não é clinicamente relevante, porém pode causar
resultados falsos positivos em exames de urina. Pode causar ainda alterações bioquímicas nos exames laboratoriais, como albuminúria, hematúria e acidose metabólica.

Reações adversas
O uso da cáscara sagrada pode resultar em espasmos do trato gastrintestinal, requerendo uma diminuição da dose.

Superdosagem
Pode ocorrer dor intestinal e diarréia severa com conseqüente perda de eletrólitos e de fluidos. O tratamento da superdosagem é importante, principalmente para crianças e idosos, devendo ser acompanhado com grandes quantidades de água. Níveis eletrolíticos devem ser monitorados, particularmente o potássio.
Em caso de superdosagem, recomenda-se suspender o uso e procurar orientação médica.

Armazenagem
Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade.

Palavras-chave: Fitoterápicos, Medicamentos