Soluções e Tecnologia em Cemitérios Verticais

Soluções e Tecnologia em Cemitérios Verticais de Soluções e Tecnologia em Cemitérios Verticais

Por: Soluções e Tecnologia em Cemitérios Verticais  13/09/2011
Palavras-chave: Engenharia, Soluções, tecnologia

Cemitério Vertical por Decomposição Aeróbica é uma revolucionária tecnologia, antes privilégio do Japão e dos EUA, agora está disponível no Brasil, desenvolvida pela VALFER ENGENHARIA, em Jundiaí (SP), já implantados com total sucesso em Santa Cruz do Sul (RS) e no Phoenix Memorial, em São Caetano do Sul (SP). O processo desenvolvido e patenteado, denominado Processo de Decomposição Assistido por Calor e Pressão Negativa, inova em não produzir o necro-chorume, ou seja, ele é produzido, porém imediatamente vaporizado, transformando-se em gases que são tratados no equipamento, também patenteado, denominado Inativador de Gases, que libera na atmosfera gases respiráveis, sem absolutamente nenhum dano a natureza, e perfeitamente aprovado pela CETESB e CONAMA. O Conselho Nacional do Meio Ambiente, o CONAMA, faz algumas determinações para a construção de cemitérios verticais. Os problemas ambientais, como sempre, estão relacionados com os econômicos. Destaca-se, nesses dois aspectos, a área necessária para a instalação de um cemitério. No tradicional, um túmulo ocupa cerca de 2,5 m2, comporta cerca de três jazigos e necessita de mais cinco ou seis metros quadrados, dependendo de sua sofisticação, para alamedas, equipamentos, áreas verdes e administração, podendo chegar a 10 m2 ou mais, por túmulo, ou 3 a 4 m2 por jazigo. No cemitério vertical, em 2 m2 são edificados seis jazigos por andar. Considerando, por exemplo, 8 andares, são 48 jazigos nesses 2 m2. Existem várias questões, entre elas, de ordem ambiental, que dificultam ou até mesmo impedem a construção dos tradicionais cemitérios. A solução perfeita surgiu inicialmente no Japão e nos EUA, com a decomposição aeróbica, onde os jazigos dos cemitérios verticais são vedados, porém um pequeno duto é disponibilizado para o suprimento de ar puro e filtrado, enquanto um segundo duto suga os gases resultantes da decomposição, conduzindo-os para um equipamento denominado inativador de gases, que os transforma, principalmente o gás sulfídrico, em gases respiráveis, que podem ser lançados na atmosfera, sem danos à natureza. Esse processo mantém pequena depressão no interior do lóculo que inibe a saída dos gases por outro caminho que não o do inativador central. O ambiente do lóculo, com a decomposição, é de calor e pressão negativa, o que força a vaporização do necro-chorume, que com sua retirada na forma gasosa, e com o tratamento no aparelho inativador, transforma o Cemitério Vertical por Decomposição Aeróbica, no cemitério ecologicamente correto. Endereço: Av. João Antônio Meccatti, 700 - Jundiaí / SP - CEP 13210-817 Telefone: (11 ) 3379-7588 e 7133-6242 E-mail: [email protected] Site: http://www.cemiteriovertical.ind.br Cemitério, cemitério vertical, soluções em cemitérios, decomposição aeróbica, decomposição anaeróbica, tecnologica cemitérios, processo de decomposição, cemitério ecológico, cemitério conama, cemitério cetesb, inativador de gases, vaporização necro chorume, jazido ecológico

Palavras-chave: Cemitério Vertical, Cemitérios, Construção de Cemitério Vertical, Construção de Cemitérios, Engenharia, Soluções, Soluções em Cemitérios, tecnologia, Técnologia em Cemitério Vertical, Tecnologia em Cemitérios,

Contatar Soluções e Tecnologia em Cemitérios Verticais

Email

Imprimir esta Página