Dicas para passeio no Parque Nacional do Iguaçu

Por: Hotéis em Foz do Iguaçu  14/01/2013

Quem visita o Parque Nacional do Iguaçu muitas vezes já sai plenamente satisfeito apenas em apreciar as Cataratas do Iguaçu dos mais variados ângulos. Mas, para interagir com a natureza e aproveitar ainda mais o espetáculo proporcionado por uma das sete maravilhas mundiais da natureza, só no lado brasileiro do parque há vários passeios espetaculares. Você pode conhecer pelo menos sete deles e aproveitar as emoções que cada um desperta: Trilha Poço Preto, Macuco Safari, Voo Panorâmico, Trilha das Bananeiras, Rafting, Rapel e Arvorismo. A Trilha do Poço Preto oferece um trecho de 9 km de estrada de chão dentro do Parque Nacional. O caminho pode ser percorrido à pé, de bicicleta ou de carro elétrico. Guias bilíngues acompanham as pessoas e falam sobre as curiosidades do lugar. A trilha relembra o caminho que os índios da região usavam para contornar as Cataratas do Iguaçu. O Macuco Safari é indicado para quem curte fortes emoções. O desafio começa com um trajeto de carro elétrico, o que permite uma boa visão da mata. Na sequência, os visitantes precisam caminhar em uma trilha de 600 metros que chega até cachoeira de Salto Macuco. Dali, o passeio segue em barcos que, com manobras precisas, levam o visitante a literalmente tomar banho nas cataratas. A Trilha das Bananeiras alia caminhada de 1,5 km em estrada de chão e passagem pelo Rio Iguaçu. O percurso pode ser feito pé ou em veículo elétrico. Durante o trecho é possível visualizar pequenas lagoas, onde são encontrados pássaros de hábitos aquáticos e muita vegetação. A atração combina navegação em barcos a motor pelo alto do Rio Iguaçu e, no retorno, remada com caiaques infláveis. Se o visitante quiser mais adrenalina, o Rafting é uma boa pedida. O passeio começa com uma caminhada de 20 metros para acessar a área dos botes. A descida das corredeiras é feita em botes com capacidade para dez ou seis pessoas. O trajeto possui 2 km de corredeiras radicais e 2 km de águas calmas. É possível nadar e fazer flutuação. A aventura é coordenada por pilotos ligados à Confederação Brasileira de Canoagem, responsável pelo remo central. O Rapel é a certeza do frio na barriga. Para chegar à área do Rapel é preciso seguir por uma trilha de 360 metros, suspensa por dentro da mata, até a plataforma principal. A descida a partir da plataforma é de 55 metros, com vista para as Cataratas. A técnica empregada é a do Rapel Negativo. O praticante não encosta as pernas em paredes ou rochas, o que faz da descida uma aventura muito mais emocionante. O Arvorismo, aventura com caráter mais ecológico, é praticado no Parque Nacional do Iguaçu em segmentos: Elementos Baixos, Elementos Altos e Muro de Escalada artificial. Todas as atividades podem ser feitas individualmente ou em grupos. Além da diversão, a prática esportiva estimula concentração, força e estratégia. Outro passeio imperdível é o Voo Panorâmico da Helisul, que permite apreciar do alto toda as maravilhas da região. O mais procurado é o sobrevoo sobre as Cataratas, mas helicópteros também fazem sobrevoos de 10 e 35 minutos sobre o Parque Nacional do Iguaçu, a Usina Hidrelétrica de Itaipu e o Marco das Três Fronteiras. É claro que, para aproveitar todos esses passeios, não basta um único dia. Programe-se bem para aproveitar ao máximo os lugares e as aventuras.


Contatar Hotéis em Foz do Iguaçu

Email

Imprimir esta Página

Outras notícias e atualizações da Hotéis em Foz do Iguaçu

14/01/2013

Fuja do agito e curta Foz do Iguaçu no carnaval

Os melhores Hotéis em Foz do Iguaçu com os menores preços.