Curso de Qualificação em Métodos Alternativos na Solução de Litígios

Curso de Qualificação em Métodos Alternativos na Solução de Litígios de 1ª CÂMARA DE CONCILIAÇÃO, ARBITRAGEM E MEDIAÇÃO EM MARABÁ

Por: 1ª CÂMARA DE CONCILIAÇÃO, ARBITRAGEM E MEDIAÇÃO EM MARABÁ  26/08/2011
Palavras-chave: Mediação E Arbitragem, Juiz Arbitral, lei 9.307/96

 JUSTIFICATIVA
Existem vários meios alternativos para solução de conflitos, quais sejam Negociação, Mediação, Conciliação e Arbitragem, cada um com técnicas e aplicações distintas, o presente trabalho visa qualificar os Membros de uma Entidade Arbitral ou, aquele que pretende exercer a função de Árbitro no conhecimento dos Métodos Alternativos para a Solução de Conflitos, a fim de que possam aplicá-los no dia a dia do exercício de suas atividades junto a entidade arbitral, como Conciliadores, Mediadores ou Árbitros, conforme o caso apresentado requeira.
O Curso de Qualificação do Membro da Entidade Arbitral não tem a pretensão de esgotar as disciplinas que forem apresentadas, mas sim de dar uma visão ampla que possibilite ao Arbitro após a conclusão da parte teórica do curso de se posicionar diante das demandas na prática com segurança.

OBJETIVO
O objetivo da presente assessoria consiste em oferecer uma orientação jurídica e técnica incentivando a expansão da arbitragem nos moldes da Lei. 9.307/96, de forma a conscientizar os cidadãos, árbitros, mediadores e conciliadores a utilizar a arbitragem como meio alternativo para solução de conflitos que envolvam direitos patrimoniais disponíveis.
Cumpre ressaltar que ser Árbitro não é uma profissão, mas sim uma FUNÇÃO uma vez que ninguém é arbitro, o associado está árbitro no momento em que é nomeado para solucionar determinada demanda e seu mister termina com o laudo arbitral.
METODOLOGIA.
O Curso de qualificação para a Função de Árbitro consiste no sistema em módulos, com as seguintes disciplinas:
1- Métodos Alternativos para a Solução de Conflitos – Conciliação, Mediação
2- Arbitragem – Lei. 9.307/96
3- Noções de Direito
4- Comunicação Jurídica e Ética Profissional
5- Prática Arbitral
O curso de dará em três meses com três encontros presenciais cada um será um simpósio presencial em um sábado, no horário de 08:00 às 12:00 e de 14:00 às 18:00 horas, em um auditório, com disponibilização de data show, água, dois coffe break, uma às 10:00 horas e outro às 16:00 horas.
Após cada módulo o aluno terá 300 questões a responder devendo respondê-las e entregá-las até o ultimo dia de curso com aproveitamento mínimo de 75% das questões. Devendo ainda realizar 04 audiências assistidos para poder receber o diploma de conclusão de curso.

Palavras-chave: Juiz Arbitral, lei 9.307/96, Mediação E Arbitragem

Contatar 1ª CÂMARA DE CONCILIAÇÃO, ARBITRAGEM E MEDIAÇÃO EM MARABÁ

Email

Imprimir esta Página