Mudas de MOgno Africano

Mudas de MOgno Africano de Mudas Eggert

Por: Mudas Eggert  06/01/2011
Palavras-chave: Café, Mudas, Viveiro De Mudas


É uma arvore de porte elevado, atinge na natureza alturas de 40m a 50m. É uma planta heliófila, tolerante a sombra durante a fase jovem. Suporta bem as condições normais de estiagem, cresce melhor em solos bem estruturados. A partir dos 7 a 8 anos de idade as tendências de crescimento apresentam rápidos incrementos em diâmetro e abertura da copa onde ocorre também o inicio da frutificação. Estima-se que entre os 16 e 20 anos as árvores apresentem as dimensões para a obtenção de madeira serrada.

A madeira é de elevada durabilidade, sendo muito fácil de secar e de trabalhar, porém de difícil impregnação. O mogno é muito usado devido a beleza da madeira, usada em construção naval, construções de interiores de luxo, movelaria e faqueado, entre outros.

Muito comum na Costa do Marfim, Gana, Nigéria, Camarões, África Ocidental, Togo e Benim. Conhecida por nomes populares como: mogno seco da zona, mogno de Gambian, mogno de Senegal, Mogno Africano e Bisselon, pertencente à família Meliácea. Nomes científicos: Khaya senegalensis, Khaya ivorensis e Khaya anthotheca.

Institui o Código Florestal Art. 12 Lei 4.771/1965 Art. 12. Nas florestas plantadas, não consideradas de preservação permanente, é livre a extração de lenha e demais produtos florestais ou a fabricação de carvão. Nas demais florestas dependerá de norma estabelecida em ato do Poder Federal ou Estadual, em obediência a prescrições ditadas pela técnica e às peculiaridades locais.

Palavras-chave: Café, mogno africano, Mudas, Mudas De Cedro Australiano, Mudas De Eucalipto, Mudas De Guanandi, mudas de mogno, Mudas de Mogno Africano, Mudas Florestais, Produção De Mudas, Viveiro De Mudas,