Governo investe mais de R$ 536,3 milhões em turismo de negócios

Governo investe mais de R$ 536,3 milhões em turismo de negócios de Viva Vans Passeios Fortaleza

Por: Viva Vans Passeios Fortaleza  13/09/2011

De forma ousada, o Governo do Estado, por meio da Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), tomou a decisão de construir o segundo maior equipamento do Brasil, o Centro de Eventos do Ceará (CEC), destinado ao segmento de grande impacto na economia cearense: o de feiras e de eventos. Reconhecendo a importância do setor, outros dois espaços para exposições e convenções estão sendo construídos no Crato (estrutura física concluída), e em Iguatu, cujas obras estão em fase de iniciação. Nas obras, são investidos R$ 536.219.265,78 milhões, sendo R$ 322,6 milhões em recursos oriundos do Tesouro Estadual, R$ 150 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDS), R$ 63 milhões do Ministério do Turismo (Mtur), e R$ 611,9 mil da Prefeitura Municipal de Iguatu. De acordo com o secretário do Turismo do Ceará, Bismarck Maia, “para atrair grandes exposições, feiras e eventos, o Ceará precisava contar primeiramente com um espaço adequado para suas realizações”. Dado o primeiro passo com a construção do prédio, a Setur está cumprindo a rotina de trazer promotores e idealizadores de feiras e eventos para conhecerem a obra, além da promoção nacional e internacional do equipamento em todas as ações da Secretaria. “Durante muitos anos, o Ceará viveu do turismo de lazer e precisava avançar e fortalecer outros setores para que não ficasse dependente apenas deste tipo de turismo, que já é nossa vocação. Estamos criando estruturas aeroportuárias, ampliando e reformando rodovias, construindo sistemas de abastecimento de água e esgotamentos sanitários, e se estamos fazendo tudo isso, precisamos também investir no turismo de negócios e incentivar este setor que, atualmente, é o que deixa mais recursos para a nossa população”, afirma o secretário. Os gastos per capita diários realizados pelos turistas do segmento de negócios e eventos é quase o dobro em relação ao turismo de lazer. Em 2010, os gastos per capita diários foram de R$ 263,39 do turismo de negócios contra R$ 141,12 do turismo de lazer, segundo dados da Setur. Analisando os principais mercados emissores nacionais de turistas que visitam o Ceará via Fortaleza devido ao setor de negócios, identifica-se leve predominância dos residentes na região Sudeste. Em 2010, entre os brasileiros, o estado de São Paulo destacou-se como principal emissor, respondendo por 20,81%; em segundo lugar ficou o Pará, com a emissão de 14,21% do número de visitantes, e em terceiro lugar ficou o Estado de Pernambuco, com a emissão de 9,48% de turistas que chegam ao Ceará através do turismo de eventos. Em relação ao mercado internacional, Portugal é o país que mais emite visitantes em busca eventos realizados no Estado, com 23,81%, seguido pelos Estados Unidos, com 14,29, e pela Itália, com 11,11% do número de visitantes que chegam ao Ceará em busca do turismo de negócios. De acordo com Bismarck Maia, para fortalecer ainda mais o setor já se encontra em fase de planejamento a construção do Centro de Eventos do Litoral Oeste, em Flecheiras, e o Centro de Convenções do Litoral Leste, em Beberibe. Porém, a Setur está aguardando a apresentação dos projetos pelos dois municípios para que sejam viabilizadas as obras. Centro de eventos do Ceará (CEC) Segundo maior centro de eventos da América Latina, com capacidade para abrigar até 30 mil pessoas em um único evento. O Centro de Eventos do Ceará (CEC), localizado em Fortaleza, já está com 85,31% das obras concluídas e ocupará uma área total de 176mil m² em um terreno de 17 hectares. Após concluído, o equipamento será o mais moderno espaço para realização de feiras e eventos do Nordeste, empregando cerca de 2.500 pessoas direta e indiretamente. Com investimentos de R$ 437,5 milhões (R$ 224,5 oriundos do Tesouro Estadual; R$ 150 mi oriundos do BNDS e R$ 63 mi do MTur), o equipamento deverá ser concluído em dezembro de 2011. Complementar às obras do Centro de Eventos do Ceará, estão sendo priorizados os acessos ao equipamento e a melhoria do tráfego na região através da construção de quatro trincheiras (túneis) subterrâneas de 9,5 metros de largura. Estes túneis vão eliminar dois semáforos e agilizar a entrada e a saída para o centro de eventos e equipamentos vizinhos. Com recursos do Tesouro Estadual e orçadas em R$ 76,9 milhões, a construção destes túneis já se encontra com cerca de 69% das obras executadas. Os serviços foram iniciados em 6 de novembro de 2010, e tem prazo de construção de 360 dias contados a partir da assinatura da ordem de serviço. As obras também são realizadas pelo consórcio Galvão Engenharia S/A e Construtora Andrade Mendonça S/A, mesmas construtoras responsáveis pelas obras do CEC. Centro de Convenções do Cariri Construído às margens da CE-292, na ligação entre Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha, o Centro de Convenções do Cariri, obra de R$ 12,9 milhões oriundos do Tesouro Estadual, já se encontra com todas as suas obras físicas concluídas, aguardando apenas finalizar a implantação dos itens complementares, como mobília, revestimentos, pavimentações externas, estruturas metálicas e de ar condicionado, e instalações elétricas (iluminação externa), sonoras, alarmes e paisagismo, que custarão R$ 1,3 milhões ao Governo do Estado. O equipamento foi erguido numa área construída 4,9mil m² um terreno de 27,8 mil m² e conta com auditório com capacidade para abrigar 600 pessoas, mais três outros com 160 lugares cada; recepções; subsolo para depósito e casa de máquinas; quatro salas de reunião e multiuso e estacionamento com 208 vagas, além de espaços cobertos e ao ar livre para exposições. Após finalizada a implantação dos itens complementares, o Centro de Convenções do Cariri deve beneficiar, ao todo, 28 municípios da região, com aproximadamente 870 mil habitantes, segundo dados do IBGE (2007). Centro de Convenções de Iguatu Construído em convênio com a Prefeitura Municipal de Iguatu e a Setur Ceará, o Centro de Convenções de Iguatu possuirá uma área construída de 7.611,23 mil m², além de auditório para 1.038 pessoas, miniauditório para 206 lugares, biblioteca, um laboratório de informática e quatro salas de vídeo, totalizando 352 lugares. Com recursos da ordem de R$ 7.532.717,72 milhões, sendo R$ 6,9 milhões do Governo do Estado e R$ 611.904,17 mil de contrapartida da Prefeitura do Município, o equipamento está em fase inicial de construção. Localizado na Avenida Perimetral com Avenida Martins Soares Moreno, o empreendimento irá contemplar diversas atividades culturais e sociais, como seminários, cursos profissionalizantes, exposições, feiras, teatro, entre outras


Contatar Viva Vans Passeios Fortaleza

Email

Imprimir esta Página