O Sorriso do Futebol: Ronaldinho, o último Romântico

O Sorriso do Futebol: Ronaldinho, o último Romântico de Ler Livraria  / Ler Asessoria

Por: Ler Livraria / Ler Asessoria  18/02/2011

 Um instant book para a Copa do Mundo? Não. Mais uma biografia de um "Bola de Ouro"? Não.
 E então? Uma reflexão sobre o sorriso no futebol por meio da história do seu apóstolo: Ronaldinho. Por que um livro sobre ele? Porque ele trouxe a alegria de volta aos gramados. Chega de jogadores que entram no campo para bater o cartão. Chega com os músculos, os atletas, os esquemas e os módulos. Viva quem se diverte e diverte, quem sabe que o futebol antes de tudo é um jogo, é fantasia, é beleza. Viva quem faz com que voltemos à infância, quando ficávamos boquiabertos diante do mágico que tira um coelho branco de dentro da cartola. De Madri a Porto Alegre para contar que a bola é a namorada, a amiga, a companheira de Ronie. Um amor que começou vinte anos atrás driblando as cadeiras de casa. O pai, o mestre; o irmão, o ídolo; o Grêmio, o time onde, dos sete aos vinte e um anos, se torna o "feio com charme". E mais: a Seleção verde e amarela; Paris, o PSG e um quilo de caviar para cada gol marcado; o vencedor da Copa do Japão e Coréia em 2002. Entre Manchester e Real Madri vence o Barça, Ronaldinho chega na Catalunha. Convence um milhão de pessoas e entrarem na festa, torna-se a bandeira de um clube que é mais do que um clube. E na Alemanha, quem sabe não se tornará o rei do mundo.


Contatar Ler Livraria / Ler Asessoria

Email

Imprimir esta Página