Certificação Florestal

Por: CONSULFOR A.C.A.F LTDA  08/03/2010
Palavras-chave: Acessoria e consultoria agro florestal

A Certificação Florestal aplica-se a dois níveis à Gestão Florestal Sustentável (GFS) e à Cadeia de Custódia ou de Responsabilidade (CoC). A GFS promove a demonstração e a monitorização duma actividade florestal coerente e equilibrada com as necessidades e valores económicos, sociais e ambientais do espaço florestal. È o nível mais adequado para produtores florestais.

                      A Certificação do Sistema de Gestão Florestal Sustentável é um instrumento de mercado que visa o reconhecimento, por entidades externas, da prática de uma gestão florestal sustentada.

                      No processo de certificação é atribuída uma licença para utilização de uma marca de certificação, que permite aos consumidores reconhecer que as matérias-primas florestais são provenientes de povoamentos onde se pratica uma GFS.

                       Nosso serviço caracteriza-se:

  • Disponibilidade de um corpo técnico experiente, independente e especializado com o objectivo de introduzir uma visão exterior à organização, de novas experiências e de know-how , no diagnóstico da situação actual e na implementação dos requisitos do Sistema de Certificação Florestal;
  • Optimização de custos de implementação do Sistema de Certificação Florestal, decorrente da experiência e recorrência, da equipa consultora, na intervenção, optimização e monitorização de processos e procedimentos de preparação do Sistema de Gestão ou da Cadeia de Custódia, para a avaliação da Equipa de Auditoria;
  • Elaboração e acompanhamento de Candidaturas de apoio ao investimento na área da Gestão Florestal Sustentável e Sistemas de Certificação Florestal .


                     A Implementação de um Sistema de Certificação Florestal apresenta várias vantagens:

  • Estabelece uma política florestal adequada à sua própria realidade;
  • Desenvolve uma política de valor acrescentado, traduzindo-se numa valorização dos produtos florestais;
  • Apresenta vantagens competitivas, uma vez que aposta na eficiência dos processos e consequente redução de custos, bem como na melhoria da imagem da empresa, e sua aceitação pela sociedade;
  • Desenvolve novas oportunidades de mercado mundial e uma capacidade de antecipação face a crescentes expectativas;
  • O reconhecimento internacional dos produtos provenientes de uma Gestão Florestal Sustentada que respeita e protege os valores ambientais, sociais e económicos do país de origem;

                    A Implementação de um Sistema de Certificação Florestal exige os seguintes requisitos:

  • Definir uma politica florestal e objectivos atendendo às exigências legais, aspectos sociais, económicos e ambientais relacionados com a gestão florestal;
  • Implementar, manter e melhorar um sistema de gestão florestal sustentável;
  • Demonstrar perante terceiros, a sua conformidade perante a política definida.

         Sistemas de Certificação Florestal


                       A escolha do tipo de Sistema de Certificação Florestal a adoptar depende do tipo de produtos florestais produzidos e respectivas exigências de comercialização, nacionais e internacionais. Na Europa destacam-se dois esquemas de certificação: 

  • O , foi fundado em 1993/94, no Canadá, com o objectivo de promover uma gestão das florestas mundiais que seja ambientalmente responsável, social e economicamente viável, através do estabelecimento de Princípios e Critérios de Gestão Florestal reconhecidos e respeitados mundialmente. 
  • O , foi fundado na Europa em 1998/99, com base nos Critérios Pan-Europeus para a gestão florestal sustentável. Actualmente, é um programa que promove e reconhece os esquemas de certificação nacionais, de acordo com os indicadores pan-europeus, de modo a promover uma gestão florestal sustentável com benefícios ambientais, sociais, e economicamente viável, no presente e para as gerações futuras.

                    Cada sistema tem requisitos próprios e impõe regras de gestão florestal diferenciadas, o FSC segundo os Princípios e Critérios e Indicadores do FSC e o PEFC pela Norma Portuguesa 4406:2003, em que ambos podem ser aplicáveis a diversos tipos de unidade de gestão florestal: individual, de grupo e regional (apenas o PEFC).

Palavras-chave: Acessoria e consultoria agro florestal

Contatar CONSULFOR A.C.A.F LTDA

Email

Imprimir esta Página